Funk e McDonald’s: disputas simbólicas e negociações de valor na campanha publicitária Novinhos Cheddar

Simone Evangelista Cunha, Beatriz Polivanov

Resumo


O artigo investiga negociações de valor relacionadas à apropriação de uma música do gênero musical funk pela marca de fast food McDonald’s em sua campanha intitulada #Novinhos Cheddar. Através de análise de comentários postados na página do vídeo “Os #NovinhosCheddar estão no McDonald’s. De novo!” no YouTube, problematizamos relações entre consumo, identidade (pessoal e de marca) e disputas de valor na cultura digital, entendendo que essas três esferas operam de forma conjunta. Concluímos que grande parte do público demonstrou ter aprovado a campanha, ressaltando que a estratégia de aproximação com expressões culturais populares/periféricas pode ser profícua. Entretanto, destacamos que essa aproximação não se dá de forma isenta, uma vez que diversos elementos que reforçam a conexão entre funk e periferia foram sumariamente apagados na campanha da multinacional. 


Palavras-chave


Funk; Gêneros musicais periféricos; Comunicação e consumo; Identidade; YouTube

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


AUTOR 1, 2014.

AUTOR 2, 2014.

BARBOSA, Lívia. CAMPBELL, Colin. Cultura, Consumo e Identidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp, 2008, 5 ed. [1979].

CAMPBELL, Colin. Eu compro, logo sei que existo: as bases metafísicas do consumo moderno. In BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin (orgs). Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

DOUGLAS, Mary. ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

ENNE, Ana Lucia. “E daí?”, “pronto, falei!”, “confesso”: artimanhas discursivas de qualificação e desqualificação do gosto e da distinção. PragMATIZES - Revista Latino Americana de Estudos em Cultura, ano 4, número 6, semestral, março 2014.

ESSINGER, Silvio. Batidão: uma história do funk. Rio de Janeiro: Ed. Record, 2005.

FACINA, Adriana. Eu só quero ser feliz: Quem é a juventude funkeira no Rio de Janeiro? Revista EPOS – Genealogia, Subjetivações e violências, vol 1. n 2, out/2010.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de consumo e pós-modernismo. São Paulo: Studio Nobel, 1995,

GIDDENS, Anthony. Modernidade e identidade. São Paulo: Editora Unesp, 1991.

GRAY, Jonathan. New audiences, new textualities: antifans and non-fans. Internationa Journal of Cultural Studies. London, pp. 64-81, 2003.

GUERRA, Guto. Music Branding: Qual o som da sua marca?. Rio de Janeiro: Elsevier,

GIDDENS, Anthony. Sociologia. Tradução: Sandra Regina Netz. 6 ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro. DP&A Editora, 2000.

HERSCHMANN, Micael. As imagens das galeras funk na imprensa. In: PEREIRA, Carlos et al (orgs). Linguagens da violência. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

LOPES, Adriana. Funk-se quem quiser. No batidão negro da cidade carioca. Tese de doutorado defendida pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Estadual de Campinas, 2010.

MONTARDO, Sandra; ARAÚJO, Willian. Performance e práticas de consumo online: ciberativismo em sites de redes sociais. Revista FAMECOS (Online), v. 2, pp. 472-494, 2013.

PEREIRA, Vinícius; POLIVANOV, Beatriz. Entretenimento como linguagem e materialidades dos meios nas relações de jovens e tecnologias contemporâneas. In: BARBOSA, Lívia (Org.). Juventudes e gerações no Brasil contemporâneo. 1ed. Porto Alegre: Sulina, 2012, v. 1, p. 78-96.

PEREIRA DE SÁ, Simone. Funk carioca: música eletrônica popular brasileira?! – Brasília, Revista E-Compós, vol.10, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v14i41.1451

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br