Chatbots em campanhas de sensibilização: narrativa conversacional e possibilidades interativas O caso do bot Fabi para Unicef-Brasil e Facebook

Lorreine Beatrice Petters

Resumo


Nesse artigo, analisamos o dispositivo conversacional proposto no âmbito da campanha de sensibilização sobre segurança online e vazamento de imagens íntimas da Unicef-Brasil e do Facebook, no qual internautas podem interagir com um chatbot chamado Fabi. A partir de uma abordagem pragmática da comunicação, nós estudamos as características da narrativa supostamente baseada em experiências pessoais contada pelo bot e ainda os aspectos interativos, levando em conta os princípios de circularidade e de equifinalidade associados às interações humanas (WATZLAWICK et al., 1992). Nosso objetivo é de analisar a utilização de chatbots para a construção de uma “narrativa conversacional” com propósito persuasivo.


Palavras-chave


chatbots; narrativa conversacional; campanhas de sensibilização

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v16i46.1927

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br