Comunicando a literatura ou literarizando a comunicação? Aproximações e distanciamentos entre comunicação e literatura

Barbara Heller

Resumo


Neste artigo discuto a instabilidade das definições do que é literatura e comunicação e a dificuldade de distinguir, conceitualmente, a área da comunicação da área das letras. Também apresentei uma análise da Revista Feminina (1914-1936) para exemplificar como essa oscilação pode se manifestar. Ao final, elaborei uma tabela a partir do banco de teses da Capes (1987-2009) que mostra as diversas áreas, além da comunicação e das letras, que também se ocupam da imprensa feminina.

Palavras-chave


Comunicação; Literatura; Revista Feminina; Aderência; Interdisciplinaridade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v8i22.219

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br