Emoção, desejo e devaneio nas práticas de consumo dos catadores de materiais recicláveis.

Josilene Barbosa do Nascimento

Resumo


O presente artigo aborda o consumo dos catadores de materiais recicláveis quando objetivam, meramente, gratificações pessoaisantecipadas através da imaginação. Desse modo, apontando comofuncionam os delírios autoilusivos dos catadores, característica doconsumo moderno, perscrutamos como a emoção e os valoresindividuais regem suas práticas de consumo. Nesse sentido, oscatadores consomem para saciarem vontades subjetivamenteestabelecidas: é o consumo emocional.

Palavras-chave


sociedade de consumo; consumo emocional; catadores de materiais recicláveis; hiperconsumo.

Referências


BARBOSA, L. Sociedade de consumo. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BARROS, C. P. Hierarquia, escassez e abundância materiais: um estudo etnográfico no universo

de consumo das empregadas domésticas. In: MIGUELES, C. (Org.). Antropologia

do consumo: casos brasileiros. Rio de Janeiro: FGV, 2007. p. 101-129.

BAUDRILLARD, J. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BAUMAN, Z. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro:

Zahar, 2008.

CAMPBELL, C. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco,

___________ Eu compro, logo sei que existo: as bases metafísicas do consumo moderno. In:

BARBOSA, L.; CAMPBELL, C. (Orgs.) Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro:

FGV, 2006. p. 47-64.

CANCLINI, N. G. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de

Janeiro: Editora da UFRJ, 2008.

DOUGLAS, M.; ISHERWOOD, B. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo.

Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2009.

GUAT´TARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica: cartografias do desejo. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

LIPOVETSKY, G. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São

Paulo: Companhia das Letras, 2007.

MILLER, D. Teoria das compras: o que orienta as escolhas dos consumidores. São Paulo:

Nobel, 2002.

RETONDAR, A. M. Sociedade de consumo, modernidade e globalização. São Paulo: Annablume;

Campina Grande: EDUFCG, 2007.

___________ A (re)construção do indivíduo: a sociedade de consumo como “contexto social” de

produção de subjetividades. In: Sociedade & Estado, v. 23, n. 1, p. 137-160, jan./abr. 2008.

___________ Da massificação à ação: algumas representações sobre “o consumidor” na teoria

social contemporânea. XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. Rio de Janeiro, jul. 2009.

TWITCHELL, J. B. Lead us into temptation: the triumph of American materialism. [Deixe-

-nos cair em tentação: o triunfo do materialismo americano.] New York: Columbia University

Press, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v11i31.712

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br