Por uma epistemologia do estranhamento, ou como interpretar em situações de limiaridade

Rosamaria Rocha

Resumo


Tomando como referência epistemológica efeitos provocados pela violência contemporânea, discursiva e midiatizada, o artigo problematiza lugares possíveis a serem ocupados pelas teorias da comunicação diante da violência como fato social demarcado por incessantes processos de simbolização. Propõe, neste sentido, a possibilidade de uma narrativa
sobre a violência que toma por inspiração o princípio lyotardiano da anamnese, defendendo, igualmente, sua localização em uma linhagem teórica ancorada no pensamento crítico. Propõe, finalmente, identificar dinâmicas de consumo cultural que, no Brasil, sinalizam reapropriações de cenas de violência, seja para afirmá-la, seja para
contestá-la ou contrapô-la.
Palavras-chave: Violência; comunicação; consumo.
Abstract
Taking as an epistemological reference the effects of contemporary violence, both discursive and mediated, the article focuses on communication theories, considering among other facts the symbolic forms with which social
violence is constructed. It postulates, in this direction, the possibilityof a narrative that takes for inspiration lyotard’s principle of anamnese, defending, equally, its localization in the theoretical framework of critical theory. Finally, intends to identify some dynamics of cultural consumption
that, in Brazil, signal re-appropriations of violence scenes, either to affirm or contest it.
Keywords: Violence; communication; consumption.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v3i8.80

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br