As mediações das performances: aproximações entre Adidas e Run DMC a partir do estudo de videoclipes

Marcio Ricardo Silva Barbosa, Jorge Luiz Cunha Cardoso Filho

Resumo


A reputação da marca de produtos esportivos Adidas permitiu sua incorporação ao universo simbólico de diversas subculturas urbanas ao redor do mundo. A cultura hip-hop e seus adeptos, também, se inseriram nesse contexto e vincularam, de forma bastante peculiar, a Adidas ao seu repertório de símbolos identitários. Com isto, o principal objetivo deste artigo é analisar as performances do grupo de rap norte-americano Run DMC e da Adidas, bem como as suas estratégias comunicacionais na construção e apropriação de valores culturais através da interpretação simbólica das gestualidades e figurino dos artistas que utilizam a marca em seus videoclipes. Deste modo, pretende-se discutir as contribuições do grupo e de seus videoclipes na transformação da marca alemã em um dos símbolos de ostentação e consumo de uma cultura originária de comunidades negras americanas.


Palavras-chave


Performance; Videoclipe; Mapa das mediações

Referências


BARBOSA, M. Adidas e o Hip-Hop: mediação cultural e performances através de videoclipes e campanhas publicitárias. Salvador: UFBA, 2016. 128 f. Dissertação (mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

BARRETO, R. R. A Fabricação do ídolo pop: a análise textual de videoclipes e a construção da Imagem de Madonna. Salvador: UFBA, 2005. 198 f. Dissertação (mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2005.

BARRETO, R. R. Parceria Videoclípica: Annie Lennox & Sophie Müller. CineCachoeira – Revista de Cinema da UFRB, v. III, p. 8, 2013.

BRASIL, A. A performance: entre o vivido e o imaginado. In: PICADO, B. et al. (Org.).Experiência Estética e Performance. Salvador: EdUFBA, 2014.

CANCLINI, N. G. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: UFRJ, 2010.

CARDOSO FILHO, J. Ao vivo em Pompéia ou do Lado escuro da Lua? Heranças da performance do Pink Floyd. In: PICADO, B. et al (Org.). Experiência Estética e Performance. Salvador: EdUFBA, 2014.

CARLSON, M. O Entrelaçamento dos Estudos Modernos da Performance e as Correntes Atuais em Antropologia. Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v. 1, n. 1, p. 164-188, jan./jun. 2011. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/presenca/article/view/21512. Acesso em: 2 set. 2014.

GALARD, J. A beleza dos gestos: uma estética das condutas. São Paulo: Edusp, 2008.

GEBAUER, G; WULF, C. Mímese na cultura: agir social, rituais e jogos, produções estéticas. São Paulo: Annablume: 2004.

GOFFMAN. E. Os quadros na experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis: Vozes, 2012.

GUTMANN, J. F. Entre tecnicidades e ritualidades: formas contemporâneas de performatização da notícia na televisão. In: XXII ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS.Anais... Salvador: Compós, 2013. Disponível em: http://compos.org.br/data/biblioteca_2074.pdf. Acesso em: 18 jul. 2014.

KLEIN, N. Sem logo: a tirania das marcas em um planeta vendido. Rio de Janeiro: Record, 2002.

LEAL, S. J. M. Acorda hip-hop!: despertando um movimento em transformação. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2007.

MACHADO, A. A televisão levada a sério. São Paulo: Senac, 2000.

MARTÍN-BARBERO, J. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

RONSINI, V. V. M. A perspectiva das mediações de Jesús Martín-Barbero (ou como sujar as mãos na cozinha da pesquisa empírica de recepção). In: XIX ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS. Anais... Rio de Janeiro: Compós, 2010. Disponível em: http://compos.com.puc-rio.br/media/gt12_veneza_ronsini.pdf. Acesso em: 15 ago. 2014.

SCHECHNER, R. Performance studies: an introduction. 2. ed. Nova York: Londres: Routledge, 2006.

SMIT, B. Invasão de campo: Adidas, Puma e os bastidores do esporte moderno. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

SOARES, T. O videoclipe no horizonte de expectativas do gênero musical. E-Compós, v. 4, p. 1-18, dez. 2005. Disponível em: http://www.compos.org.br/seer/index.php/e--compos/article/viewFile/52/52. Acesso em: 11 set. 2013.

SOARES, T. O videoclipe como articulador dos gêneros televisivo e musical. In: IX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação da Região Nordeste. Anais… Salvador: Intercom, 2007. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/regionais/nordeste2007/resumos/R0264-1.pdf. Acesso em: 08 abr 2016.

SOARES, T. MANGABEIRA, A. Alice através…: Televisão, redes sociais e performance num produto televisivo expandido. Contemporanea – Revista de Comunicação e Cultura, v. 10, n. 02, p. 272-288, 2012. Disponível em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/contemporaneaposcom/issue/view/649. Acesso em: 20 mai de 2014.

STOUTE, S. The Tanning of America: How Hip-Hop Created a Culture That Rewrote the Rules of the New Economy. Nova York: Gotham Books, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v13i36.980

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br