A midiatização do ativismo nas coberturas do G1 e do Mídia Ninja

Maria Clara Aquino Bittencourt

Resumo


Este trabalho compara as coberturas realizadas pelo coletivo midiático Mídia Ninja e pelo site de notícias G1 sobre a desocupação de imóveis na Favela do Metrô, no Rio de Janeiro. A partir do entendimento de que ocorre um processo de midiatização do ativismo na atuação do Mídia Ninja, discute-se a relação entre essa atuação e o modelo comunicacional que fundamenta as práticas da mídia de massa, diante das oportunidades de mídia adotadas pelo coletivo.


Palavras-chave


coletivos midiáticos, midiatização, oportunidades de mídia, G1, Mídia Ninja

Referências


ASSIS, É. G. Táticas lúdico-midiáticas no ativismo político contemporâneo. 2006. Dissertação. (Mestrado em Ciências da Comunicação) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos,

São Leopoldo.

BAUDRILLARD, J. Requiem for the media. For a Critique of the Political Economy of the Sign.Trans. Charles Levin. Saint Louis, Mo.: Telos Press, 1981. p. 164–184. Reprinted

in Video Culture: A Critical Investigation. Ed. John Hanhardt. Rochester, N.Y.: Visual Studies Workshop Press. Dist. Layton, Utah: Peregrine Smith Books, 1986. From the French Pour une critique de l’economie politique du signe. Paris: Gallimard, 1972.

BOURDIEU, P. Questões de sociologia: algumas propriedades dos campos. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

CAMMAERTS, B. Lógicas de protesto e a estrutura de oportunidade de mediação. Matrizes – Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo, ano 7, n. 2, p. 13-36, jul./dez. 2013.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

___________. Networks of outrage and hope. Politik. United States: Wiley, 2012.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano. São Paulo: Vozes, 1994.

CLINIO, A. A ação política no cotidiano: a mídia tática como conceito operacional para pesquisas em mídia, cotidiano e política. Mídia e Cotidiano – Revista Eletrônica do Programa

de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano, n. 1, p. 169-188, jan./abr. 2013.

DI FELICE, M. Ser redes: o formismo digital dos movimentos net-ativistas. Matrizes – Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo, ano 7, n. 2, p. 49-74, jul./dez. 2013.

FAUSTO NETO, A. Fragmentos de uma analítica da midiatização. Revista Matrizes, n. 2, abril 2008. Disponível em:

view/5236/5260>. Acesso em: 17/1/2014.

FERREIRA, J. A comunicação como questão no âmbito das hipóteses sobre a midiatização (Um problema a ser revelado). Revista Ghrebh, v. 1, n. 18, 2012. Disponível em:

www.cisc.org.br/revista/ghrebh/index.phpjournal=ghrebh&page=article&op=viewArticl

e&path%5B%5D=439>. Acesso em: 13/1/2014.

GAMSON, W. A.; WOLFSFELD, G. Movements and Media as Interacting Systems. Annals of the American Academy of Political and Social Science, 526: 114–27. 1993.

GARCIA, D.; LOVINK. The ABC of Tactical Media. Geert (1997). Disponível em:

amsterdam.nettime.org/Lists-Archives/nettime-l-9705/msg00096.html>. Acesso em: 13/1/2014.

GOHN, M. G. M. Movimentos sociais e redes de mobilização civis no Brasil contemporâneo. Petrópolis: Vozes, 2010.

___________. Novas teorias dos movimentos sociais: paradigmas clássicos e contemporâneos. São Paulo: Loyola, 2004.

JENKINS, H.; FORD, S.; GREEN, J. Spreadable media: creating value and meaning in a networked culture. New York: New York University Press, 2013.

MALINI, F.; ANTOUN, H. @internet e #rua: ciberativismo e mobilização nas redes sociais. Porto Alegre: Sulina, 2013.

MEIKLE, G. Future Active: Media Activism & the Internet. Londres: Routledge, 2002.

MONTERDE, A.; POSTILL, J. 2013. Mobile ensembles: The uses of mobile phones for social protest by Spain’s indignados. In: GOGGIN, G.; HJORTH, L. Routledge Companion to Mobile Media. Disponível em: . Acesso em: 17/1/2014.

PRONI, M. W.; SILVA, L. O. Impactos econômicos da Copa do Mundo de 2014: projeções superestimadas. Texto para Discussão. IE/UNICAMP, Campinas, n. 211, out. 2012. Disponível em: . Acesso em: 17/1/2014.

RECUERO, R. Warblogs: os blogs, a Guerra do Iraque e o Jornalismo On-line. 2003. Disponível em: . Acesso em: 21/1/2014.

TORET, J. Una mirada tecnopolítica sobre los primeros dias del #15M. Comunicación y Sociedad Civil. 2012. Disponível em: . Acesso em: 17/1/2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v11i30.644

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br