Comunicação e história: presente e passado em atos narrativos

Marialva Carlos Barbosa

Resumo


O texto enfoca as principais questões debatidas na aula inaugural da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP), proferida na abertura do ano letivo do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Consumo, em 2009. As relações complexas (e nem sempre compreensíveis) entre comunicação e história constituíram o foco da reflexão. Partimos do pressuposto de que as referências ao passado ou ao presente são estabelecidas em atos comunicacionais, ou seja, tanto a história como a comunicação se valem de atos narrativos para configurar uma história com começo, meio e fim e com inteligibilidade aos olhos de muitos. A relação entre comunicação e história, visualizadas como universos de possíveis e narrativos e não apenas como meras disciplinas, é o fato de no ato comunicacional e no ato histórico produzirem-se sempre atos narrativos. Por fim, mostramos a importância da noção de gênese para os estudos históricos e como essa concepção, no caso da história da imprensa, tem como central a ideia de consumo de um bem imaterial, num dado momento histórico. As ideias se configuram como palavras impressas, regulares e anônimas, pela sua possibilidade de troca comercial ao serem transformadas em mercadoria simbólica.

Palavras-chave


Comunicação; Consumo; História; Narrativa;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v6i16.154

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br