Consumo e entretenimento: a loja de departamentos como espaço de sociabilidade (1830-1930)

Everardo Rocha, Maria Amaral

Resumo


O objetivo do trabalho é estudar as relações entre o consumo moderno e o entretenimento a partir da análise de dois fenômenos. De um lado, o aparecimento dos grandes magazines como um novo lugar de sociabilidade e, de outro, esse lugar como parte da construção da própria identidade do consumidor moderno. A articulação entre esses fenômenos, iniciada na Europa oitocentista, indica uma intensa relação entre o consumo, suas representações e práticas, e a experiência da diversão, do entretenimento e da sociabilidade.

Palavras-chave


Comunicação; Entretenimento; Representações; Práticas de consumo; Cultura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v6i17.291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br