Anárquico, punk, “sem etiqueta”: o skate nas revistas Fluir e Yeah!

Rafael Fortes, Leonardo Brandão

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar as representações do skate em dois veículos brasileiros – Fluir e Yeah! –, nos anos 1980, com o método de análise de conteúdo. Isto é feito a partir da trajetória de uma figura-chave na cobertura midiática da modalidade no período: Paulo “Anshowinhas” de Oliveira Brito. Ele começou em Fluir no ano de 1983 e, em 1986, criou sua própria publicação – Yeah!. A análise permite lançar luz sobre aspectos relevantes da relação entre mídia, juventude e cultura na década de 1980

Palavras-chave


revista; mídia de nicho; anos 1980; skate; esporte

Texto completo:

PDF

Referências


BOOTH, D. (Re)reading The Surfers’ Bible: The affects of Tracks. Continuum: Journal of

Media & Cultural Studies, v. 22, n. 1, p. 17-35, fev. 2008.

BORGES, L. F. R. O processo inicial de formulação de produtos de mídia impressa brasileira

voltados ao público jovem – Um estudo de caso da revista Pop. Dissertação (Mestrado em

Comunicação) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), São Leopoldo, 2003.

BRANDÃO, Leonardo. A cidade e a tribo skatista: juventude, cotidiano e práticas corporais

na história cultural. Dourados: Editora da UFGD, 2011.

BRITO, P. O. Skate manifesto. Fluir, São Paulo, n. 3, p. 52, mar. 1984a.

BRITO, P. O. Devo – o som dos anos 80. Fluir, São Paulo, n. 3, p. 59, mar. 1984b.

BRITO, P. O. 3o. Brasileiro de Skate – Guará. Fluir, São Paulo, n. 5, p. 74-7, jul. 1984.

BUENO, Z. P. Leia o livro, veja o filme, compre o disco: a produção cinematográfica juvenil

brasileira na década de 1980. Tese (Doutorado em Multimeios) – Universidade Estadual

de Campinas, Campinas, 2005. Disponível em:

. Acesso em: 6 dez. 2011.

CAIAFA, J. Movimento punk na cidade: a invasão dos bandos sub. Rio de Janeiro:

Jorge Zahar, 1985.

CHAVES, D. Os nanicos da nova geração. Imprensa, São Paulo, p. 86-7, dez. 1987.

CONSTRUA sua rampa. Fluir, São Paulo, n. 3, p. 46, mar. 1984.

FORTES, Rafael. O surfe nas ondas da mídia: esporte, juventude e cultura. Rio de Janeiro:

Apicuri/Faperj, 2011.

FREIRE FILHO, J. Reivenções da resistência juvenil: os estudos culturais e as

micropolíticas do cotidiano. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

GUTENBERG, A. A história do surf no Brasil: 50 anos de aventura. São Paulo:

Grupo Fluir/Ed. Azul, 1989.

II CAMPEONATO de Skate de Guaratinguetá, Fluir, São Paulo, n. 2, p. 59, nov.-dez. 1983.

MAFFESOLI, M. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades pós-modernas.

Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

MALAIA, J. Placar: 1970. In: HOLLANDA, B. B. B.; MELO, V. A. (Org.). O esporte na

imprensa e a imprensa esportiva no Brasil. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2012. p. 149-170.

(Coleção Visão de Campo) (no prelo)

MEDEIROS, A. O espetáculo dos “metaleiros”: cenários e encenações corporais. In: ______.

ForCaos: muito além do sexo, drogas e rock and roll. Fortaleza: Editora da Universidade

Estadual do Ceará (EDUECE), 2007.

MIRA, M. C. O leitor e a banca de revistas: a segmentação da cultura no século XX.

São Paulo: Olho d´Agua/Fapesp, 2001.

POCIELLO, C. Os desafios da leveza: as práticas corporais em mutação. In: SANT’ANNA,

D. B. (Org.). Políticas do corpo: elementos para uma história das práticas corporais.

São Paulo: Editora Estação Liberdade, 1995. p. 115-120.

RIBEIRO, R. N. Quem é Tchap-Tchura. Fluir, São Paulo, n. 4, p. 66, mai. 1984.

RIDENTI, M. Em busca do povo brasileiro: artistas da revolução, do CPC à era da TV.

Rio de Janeiro: Record, 2000.

SANT’ANNA, D. B. Representações sociais da liberdade e do controle de si. Revista Histórica,

São Paulo, n. 5, set. 2005. Disponível em:

materias/anteriores/edicao05/materia01>. Acesso em: 29 set. 2012.

SIRINELLI, J-F. A geração. In: FERREIRA, M. M.; AMADO, J. (Org.). Usos e abusos da

história oral. 8a. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. p. 131-7.

SOARES, C. L. Pedagogias do corpo: higiene, ginásticas, esporte. In: RAGO, M.;

VEIGA-NETO, A. (Org.). Figuras de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 75-85.

SOUZA, F. F. F. Sons de um tempo: o rock dos anos de 1980 e o mergulho no presente.

PerCursos, Florianópolis, v. 9, n. 1, p. 56-70, 2008.

THORNTON, S. Club cultures: music, media and subcultural capital. Hanover (USA):

Wesleyan University Press/University Press of New England, 1996.

THORPE, H. Beyond “Decorative Sociology”: Contextualizing Female Surf, Skate, and

Snow Boarding. Sociology of Sport Journal, v. 23, p. 205-228, 2006.

VIGARELLO, G. O tempo do desporto. In: CORBIN, Alain (Org.). História dos Tempos

Livres: o advento do lazer. Lisboa: Teorema, 2001. p. 229-262.

WHEATON, B.; BEAL, B. ‘Keeping It Real’: Subcultural Media and the Discourses of

Authenticity in Alternative Sport. International Review for the Sociology of Sport, London,

v. 38, n. 2, p. 155-176, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v10i27.306

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br