A nova “boa nova”: marketing de medicamentos e jornalismo científico nas páginas da revista Veja

Paulo Vaz, Daniel B. Portugal

Resumo


Este artigo analisa o status do medicamento na ética contemporânea, mostrando como ele se constrói em oposição ao típico objeto de consumo. Entretanto, não apenas tal separação se mostra problemática teoricamente, como, na prática, induz os laboratórios farmacêuticos a construírem estratégias de marketing que exploram a credibilidade de pessoas e instituições. Procurando estudar a influência (seja direta ou indireta) de tais estratégias em matérias jornalísticas sobre saúde, analisamos reportagens sobre saúde da revista Veja.

Palavras-chave


Marketing de medicamentos; Consumo; Ética; Doença; Saúde

Texto completo:

PORT PDF / ESP PDF / ING PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v9i26.342

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br