Comunicação e imaginário nos contos do cinema contemporâneo: uma estética em transição

Maria Beatriz Furtado Rahde

Resumo


Este artigo analisa alguns contos do cinema de ficção científica, refletindo sobre hibridações da comunicação visual desse gênero de filme. Estabelece relações entre processos comunicativos dos tradicionais contos de fadas com novas possibilidades tecnológicas pós-modernas em Spielberg
e Lucas. Uma nova estética visual se expressa, com modelos humanos fragmentados, cibernéticos, heróis robôs. A aceitação desse gênero pelo espectador confere legitimidade à mudança de estilo, causando, por conseqüência, transições estético/imagísticas.
Palavras-chave: Imaginário; cinema; estética; pós-moderno.
ABSTRACT
This article analyses some tales in science fiction movies, aiming at a reflection on hybridities within visual communication in this kind of movies. It tries to establish relations between communicative processes of traditional fairy tales with new technological post-modern possibilities, in Spielberg and Lucas. A new visual aesthetics is expressed, with fragmented human models, cybernetics, heroic robots. The acceptance of this genre on the part of the spectator grants legitimacy to a change in style, causing therefore, aesthetic/imagistic transitions.
Keywords: Imaginary; movie; aesthetic; postmodern.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v5i12.119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br