De comportadas a sedutoras: representações da mulher nos quadrinhos

Denise Siqueira, Marcos Vieira

Resumo


Buscamos discutir neste artigo representações do corpo feminino em histórias em quadrinhos, as forças sociais e as relações de poder que as alimentam. Para tal, selecionamos três narrativas do gênero graças à forma particular como representam a mulher: os “catecismos”, do brasileiro
Carlos Zéfiro (a partir do final da década de 1940); as aventuras de Valentina, do italiano Guido Crepax (anos 1950); e, a partir dos anos 1980 até início do século XXI, a trajetória da americana Rainha Branca, personagem mutante X-Men. Como referencial teórico, recorremos à leitura de Mauss, Bourdieu e Foucault.
Palavras-chave: Corpo; cultura; representações; mulher; histórias em quadrinhos.
ABSTRACT
In this article we discuss the representations of the female body in comic books, the social forces and power relations that maintain them. We have selected three narratives of gender due to the particular way they represent
womanhood: the “cathecisms”, by Brazilian artist Carlos Zéfiro (as from the end of the 1940’s); Italian atrist Guido Crepax’s adventures of Valentina (in the 1950s) and, in the beginning of the 21st century, the mutant American X-Men character, the White Queen. We use the ideas of Mauss,
Bourdieu and Foucault as theoretical reference.
Keywords: Body; culture; representations; woman, comics.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v5i13.132

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br