A simbiose entre religião e mercado: o sagrado como efeito de discurso

Ronivaldo Moreira de Souza

Resumo


Este artigo investiga a relação de simbiose entre religião e mercado cristalizada no discurso da Igreja Universal do Reino de Deus. Tendo como embasamento teórico as perspectivas do campo das Ciências das Religiões e do Consumo, neste artigo, especificamente, propomos investigar, por um lado, o sagrado como um efeito de discurso presente na narrativa publicitária para construção da natureza transcendente e da sacralização de produtos; por outro lado, pensar no sagrado como um efeito de discurso também nos permite analisar como a religião, por um processo inverso, transforma sua doutrina transcendente em produtos disponibilizados para consumo dos fiéis/consumidores. Adotamos como metodologia os pressupostos teórico-metodológicos da Análise do Discurso de Escola Francesa.


Palavras-chave


Comunicação; Consumo; Religião; Análise do Discurso; Igreja Universal do Reino de Deus

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BAUDRILLARD, J. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, 2008.

BAUMAN, Z. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BENEDITO, J. C. Religões e religiosidades populares: o conflito religioso e a simbiose de ritos e performances entre neopentecostais e afro-brasileiros. Universitas Humanística, Bogotá, Colombia, n.61, p. 231-253, Jan/Jun. 2006.

BERGER, P. L. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulinas, 1985.

BOURDIEU, P. Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

CAMPBELL, C. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos seres vivos. São Paulo: Cultrix, 1996.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2008.

ELIADE, M. O sagrado e o profano. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

FILHO, G. S. R. Deus ex-machina: uma análise do fenômeno da telerreligião na mídia brasileira. Comunicação & Informação, Goiânia, GO, v. 18, n. 2, p. 53-72, jul./dez. 2015.

HABERMAS, J. Notes on a post-secular society. New Perspectives Quarterly, vol. 25, 2008, p. 17-29.

LIPOVETSKY, G. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

MACGRACKEN, G., Cultura & Consumo. Rio de Janeiro: editora Mauad, 2003.

MAINGUENEAU, D. Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola Editorial, 2008b.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. São Paulo: Parábola Editorial, 2008a.

MARGULIS, L. O que é vida? Tradução, Vera Ribeiro; Revisão técnica [e apresentação], Francisco M. Salzano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.

MARGULIS, L.; SAGAN, D. Microcosmos: cuatro mil millones de años de evolución desde nuestros ancestros microbianos. Barcelona: Metatemas 39, 1995.

MARTINS, J. A natureza emocional da marca: como escolher a imagem que fortalece sua marca. São Paulo: Negócio Editora, 1999.

OTTO, R. O sagrado: os aspectos irracionais na noção do divino e sua relação com o racional. São Leopoldo: Sinodal/EST; Petrópolis: Vozes, 2007.

RANDAZZO, S. A criação de mitos na publicidade. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

REFKALEFSKY, E.; PATRIOTA, K. R. M. P.; ROCHA, M. P. N. Comunicação, Marketing e Religião: o mercado da fé no Brasil. Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (INTERCOM). Brasília, 2006.

SALMON, Christian. STORYTELLING: Lá máquina de fabricar historias Y formatear las mentes. Barcelona: Península, 2008.

SCHWERINER, Mario Ernesto René. Brandscendência: o espírito das marcas. São Paulo: Saraiva, 2010.

SOLDEVILLA, S. G.; ERRANDO, J. A. P.; FELICI, J. J. M. Brands as new forms of religiosity: the case of the word of red bull. Trípodos: llenguatge-pensament-comunicació. Universitat Ramon Llull. Facultat de Comunicació i Relacions Internacionals Blanquerna. Barcelona, 2014, número 35. p. 57-74.

WEBER, M. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

REFERÊNCIAS DA INTERNET

HYUNDAI. Youtube. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WxuJblPGU1k. Acesso em Dez. 2016.

IGREJA UNIVERSAL. Pastor Online. Disponível em: < http://www.universal.org/pastoronline>. Acesso em Agosto de 2015.

IGREJA UNIVERSAL. Reunião. Disponível em: < http://www.universal.org/reunioes>. Acesso em Agosto de 2015.

QUEM SOMOS. Eu sou a Universal. Disponível em: < http://www.eusouauniversal.com/a-universal/>. Acesso em Agosto de 2015.

R7. The love School: Quem somos. Disponível em: < http://entretenimento.r7.com/love-school-escola-amor/quem-somos-10042015 >. Acesso em Dez. 2016.

UNIVERSAL.ORG. Godllywood. Disponível em: < http://www.godllywood.com/br/cadastre-se-e-fique-por-dentro-das-novidades-do-godllywood-autoajuda/>. Acesso em Jan. 2018.

UNIVERSAL.ORG. IntelliMen busca formar homens melhores. Disponível em: < https://www.universal.org/noticias/intellimen-busca-formar-homens-melhores>. Acesso em Jan. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v15i44.1730

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br