Comunicação e educação na era digital: reflexões sobre estética e virtualização

Belarmino César Guimarães da Costa

Resumo


Com fundamento na hipótese de que o suporte de comunicação e
as descobertas relacionadas aos processos de produção, difusão e de recepção de conteúdos interpelam historicamente as transformações das condições de sensorialidade e de inteligência, a exposição apresenta como objetivo destacar as interfaces entre Comunicação e Educação decorrentes das linguagens das mídias digitais, tendo como eixo a relação da técnica com a estética. Em função das mudanças sociotécnicas e culturais advindas com a internet, que atuam decisivamente nas condições de formação das novas gerações, cabe interpretar alguns fenômenos relacionados à digitalização da informação, com destaque para a virtualização da realidade e para a ressignificação decorrente do que seja convivência social, forma de organização do conhecimento e identidade. Com ênfase nas produções jornalísticas, a estrutura da apresentação considera reflexões sobre redes sociais, programas de animação, como também o ambiente de hipertrofia da imagem e da sensação. De fundo, os argumentos remetem à interpretação da indústria cultural hoje, e como a racionalidade técnica permeia a estrutura dos novos aparatos e atua nos processos de formação em ambientes artificializados pelas máquinas de inteligência.

Palavras-chave


Digitalização da Informação; Indústria Cultural; Comunicação e Educação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v7i19.196

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br