As novas territorialidades da informação e o não-lugar da notícia

João Guilherme da Costa Franco Silva D´Arcadia, Juliano Maurício de Carvalho

Resumo


Este artigo busca relacionar o novo campo de fruição dos conteúdos noticiosos, aqui definidos como “novas territorialidades da informação”, com o crescente avanço das mídias sociais. Para tanto, apresenta os conceitos de territorialidade e não-lugar e os articula com os resultados da pesquisa de consumo de mídia Digital News Report, do Reuters Institute, divulgada em junho de 2019. Partindo da hipótese de que esses ambientes se efetivam como um espaço fluido e disperso de veiculação de conteúdos noticiosos e não-noticiosos, o artigo busca contribuir com uma reflexão a respeito dos impactos dos novos espaços de fruição da informação, que, dadas suas características peculiares, tendem a estimular a disseminação não apenas de relatos factuais apurados, mas também de conteúdos enganosos ou materializados de maneira não profissional.


Palavras-chave


jornalismo; mídias sociais; consumo de mídia; territorialidades

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v17i50.2276

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br