Os bens de consumo como mecanismo de mediação da reprodução cultural das mulheres negras

Josiane Silva de Oliveira, Francisco Giovanni David Vieira

Resumo


O consumo, para as mulheres negras, é uma prática material e simbólica que expressa pertencimento social e étnico, em especial quando relacionados aos cabelos crespos, pois a manipulação destes reflete os conflitos sociais os quais estas mulheres estão envolvidas na sociedade brasileira. Objetivamos, nessa pesquisa, compreender como as mulheres negras utilizam o consumo como mecanismo de reprodução cultural, ao substanciar de significados os bens consumidos para a construção de identificação como mulher negra.

Palavras-chave


Cultura. Consumo; Mulheres negras; Cabelos crespos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v6i17.167

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br