Existe espaço para as crianças na televisão! A presença da programação infantil na TV aberta mundial

Ariane Diniz Holzbach, Joana D'Arc de Nantes, Gabriel Ferreirinho

Resumo


Este trabalho objetiva compreender o lugar que a programação infantil ocupa na TV aberta considerando o papel das grades de programação na estruturação dos conteúdos televisivos. Nosso argumento tem em vista que 1) as grades são fundamentais para compreensão das práticas de veiculação e consumo da TV contemporânea e 2) a partir da análise das grades é possível compreender diversos fenômenos relacionados à programação infantil. A proposta é investigar a presença desse conteúdo na televisão aberta considerando para isso um mapeamento realizado em grades de 16 países e 30 canais. A análise revela a ainda marcante presença dos produtos infantis na TV e enfatiza a importância de perceber as televisões em diálogo com contextos globais.

Palavras-chave


programação infantil; grade de TV; televisão aberta

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v17i49.2135

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br