Perceber e ser percebido: a cultura da aparência nas músicas de João do Morro

Rúbia Lóssio

Resumo


A pesquisa visa analisar as manifestações estéticas das culturas consideradas periféricas, que estabelecem uma nova temporalidade para inscrever eventos culturais na vida cotidiana. Todo o material das letras das músicas irreverentes de João do Morro é analisado na tentativa de investigar a organização de sujeitos e objetos numa relação espaço-temporal que não é teleológica, com a predominância do lúdico. João do Morro consegue, simultaneamente, perceber e ser percebido. Talvez seja o que há de mais significante em seu trabalho.

Palavras-chave


Cultura; aparência; cotidiano; mídia; estética

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v7i20.286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br