O autômato digital e os circuitos de afetos nas redes sociais

Rogerio da Costa

Resumo


 O presente artigo investiga a relação entre o conceito de autômato espiritual, tal como desenvolvido por G. Deleuze em seu texto sobre o cinema, Imagem-Tempo, e os autômatos digitais que emergem nas redes sociais de nossa atualidade. Conceitos como autômato psicológico, automovimento do pensamento, escolha e sugestão, padrão de comportamento e perfil de usuário são explorados para compreender a atual relação que mantemos com as interfaces digitais, de modo a explicitar os novos processos de pensamento e afetos em jogo nas redes sociais.

 

 

Palavras-chave


Redes sociais, autômato espiritual, autômato digital, padrão de comportamento, processo de decisão

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


ANDRIOPOULOS, S. Possuídos. Crimes Hipnóticos, Ficção Corporativa e a Invenção do Cinema. Rio de Janeiro: Contraponto, 2014.

BELLOUR, R. Le Corps du cinema: hypnoses, émotions, animalités. Paris: POL/Trafic, 2009.

BRADSHAW, J. (org.). Software Agents. Massachusetts: Mit Press, 1997.

DELEUZE, G., Imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 2005.

DANEY, S., La Rampe. Paris: Gallimard, 1983.

EISENSTEIN, S., Le Film: la forme, le sens. Paris: Bourgois, 1976.

ESPINOSA, B. Ética. São Paulo: Autêntica, 2007.

Traité de la réforme de l’entendement. Paris: GF Flammarion, 2003.

EUGENI, R. Le relazioni d'incanto. Studi su cinema e ipnosi. Milão: Vita e Pensiero, 2002.

FAURE, E. Introduction à la mystique du cinema (1934). In Les classics des sciences sociales, Université du Québec, edição eletrônica. Disponível em: http://classiques.uqac.ca/classiques/Faure_Elie/intro_mystique_cinema/intro_mystique_cinema.pdf. Acesso em: 25 jun. 2019.

JOHNSON, S., Cultura da Interface. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

KEEN, A. Vertigem Digital. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

LÉVY, P. A Inteligência Coletiva. São Paulo: Loyola, 1998.

MAES, P., Agents that reduce work and information overload. In BRADSHAW, J. (org.). Software Agents. Massachusetts: Mit Press, 1997.

PARISER, E. O filtro invisível: o que a Internet está escondendo de você. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

RHEINGOLD, H. A comunidade virtual. Lisboa: Gradiva, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v16i47.2092

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br