Do mito do centro mediado ao mito do big data: reflexões do papel da mídia na ordem social

Nick Couldry

Resumo


Nessa palestra, eu gostaria de traçar uma linha que vai do meu trabalho inicial com a televisão até o meu trabalho atual sobre dados e dataficação que expõe o que mudou e o que não mudou em relação a essa questão fundamental da ordem social. Por dataficação, quero dizer a pressão sentida em todos os lugares atualmente, incluindo as companhias de televisão, para converter todos os aspectos da vida em dados dos quais valores, em especial valores econômicos, podem ser extraídos. Ao fazê-lo, vou falar muito sobre o meu trabalho. Espero que não pareça algo egoísta. O meu objetivo é exatamente o contrário: ao refletir sobre as mudanças e continuidades do meu próprio pensamento, quero trazer dimensões ocultas de mudança social que me fizeram ver claramente, dimensões essas que são muito importantes na compreensão da ordem social em sociedades dataficadas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v16i47.2126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br