Cartografias da cópia: estudo sobre o consumo subalterno de bolsas de luxo piratas

Carla Gavilan Carvalho

Resumo


Este artigo pretende refletir sobre o consumo de bolsas de marcas luxuosas como prática social com implicações culturais e suas relações produzidas, a partir da perspectiva de que o consumo é capaz de definir modos de ser, trabalhar e atuar enquanto cidadão. Avalia também como tal prática tem resignificado o consumo tradicional, assim como a definição de luxo na sociedade contemporânea.


Palavras-chave


consumo, bolsa, pirataria de luxo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v9i24.241

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: SCOPUS lREVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  |  

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br