Negócios e magias: Émile Zola, Au Bonheur des Dames e o consumo moderno

Everardo Rocha, Marina Frid, William Corbo

Resumo


Este trabalho examina o surgimento dos grandes magazines e como esse novo comércio foi decisivo para a consolidação do fenômeno do consumo na modernidade. Investigamos, através do romance “Au bonheur des dames” de Émile Zola, como os valores sociais e os modelos de venda dos grandes magazines aparecem como “catedrais do comércio moderno”, criando, a um só tempo, um mundo de negócios e magias.


Palavras-chave


grandes magazines; sociabilidade feminina; consumo e magia; história cultural do consumo

Referências


BEAUVOIR, S. O segundo sexo 1: fatos e mitos. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1970.

CAMPBELL, C. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CODELUPPI, V. La vetrinizzazione sociale: il processo di spettacolarizzazione degli individuie della società. Torino: Bollati Boringhieri, 2007.

CORBIN, A. Bastidores. In: PERROT, M. (Org.). A história da vida privada: da Revolução Francesa à Primeira Guerra. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

DABHOIWALA, F. As origens do sexo: uma história da primeira revolução sexual. São Paulo: Biblioteca Azul, 2013.

DARNTON, R. O Iluminismo como negócio. São Paulo: Cia. das Letras, 1996.

GAILLARD, J. Prefácio. In: ZOLA, É. O Paraíso das Damas. São Paulo: Estação Liberdade, 2008.

GOFFMAN, E. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva, 2003.

GRIPPO, R. M. Macy’s: the store, the star, the story. New York: Square One, 2009.

HAZEL HAHN, H. Scenes of Parisian modernity: culture and consumption in the nineteenth century. New York: Palgrave Macmillan, 2009.

LE GOFF, C.; AITKEN, S. Au Bonheur des Dames, l’invention du Grand Magasin. Documentário (França, 2011).

LEACH, W. True love and perfect union: the feminist reform of sex and society. New York: Basic Books, 1980.

_________. Transformations in a culture of consumption: women and department stores. The Journal of American History, v. 71, n. 2, setembro de 1984.

LIPOVETSKY, G.; ROUX, E. O luxo eterno. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. MARX, K. O capital: crítica da economia política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

MCCRACKEN, G. Cultura e consumo. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

MILLER, M. B. The Bon Marché. New Jersey: Princeton University Press, 1981.

POLANYI, K. A grande transformação. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

ROCHA, E. A sociedade do sonho. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.

________. Magia e capitalismo. Rio de Janeiro: Brasiliense, 2010.

________. ANDRADE, M. A. Consumo e entretenimento: a loja de departamentos como espaço de sociabilidade (1830-1930). Comunicação, Mídia e Consumo, v. 6, n. 7, novembro, 2009.

SAHLINS, M. Cultura e razão prática. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

SENNETT, R. O declínio do homem público. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

VERHEYDE, P. Les grands magasins parisiens. Paris: Balland, 2012.

WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2007.

ZOLA, É. O Paraíso das Damas. São Paulo: Estação Liberdade, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/cmc.v11i32.800

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Comunicação Mídia e Consumo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios e Indexadores: REVCOM l UNIVERCIENCIA l Sumários.org l LIVRE l Latindex l EBSCO l CENGAGE Learning l DOAJ l IBICT/SEER l Portal de Periódicos da CAPES l Diadorim  | 

Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP: 04018-010 - e-mail: revistacmc@espm.br